Buscando o Sucesso Empresarial

SONHE, IMAGINE, ANALISE E PONHA EM PRÁTICA…

imageA profissão “empreendedor” não é fruto do nascimento ou herança genética, mas sim resultado de trabalho, talento e de reserva econômica. É própria de uma sociedade capitalista liberal e de sua ideologia de sucesso individual. Mas, afinal qual é o tipo de pessoa que decide se tornar empreendedor? Quais são suas características? Personalidade? O que a motiva? Fatores como dificuldades do setor público, terceirização, o fim dos empregos. Surge então uma carreira de risco, mas também de muito sucesso, recompensas materiais elevadas, comparada a profissões burocráticas, quando bem planejada e orientada. No entanto, apenas ambição, boa vontade, coragem e satisfação imediata não garantem o sucesso na carreira. São necessárias algumas características particulares. Mas, afinal, quais são os atributos pessoais e profissionais necessários para ser empreendedor?

O empreendedor é, em sua grande maioria, motivado pela auto-realização, desejo de assumir responsabilidades e independência, mas nem todos buscam somente a satisfação econômica.

Consideram irresistíveis os novos empreendimentos e estão sempre propondo novas idéias das quais a criatividade e a imaginação fazem parte, sendo seguidas pela ação. Estão sempre se auto-avaliando, se auto-criticando e controlando seus comportamentos em busca do auto-desenvolvimento.

Para se tornar um empreendedor de sucesso, a pessoa precisa reunir imaginação, determinação, habilidade de organizar, liderar pessoas e de conhecer tecnicamente etapas e processos.

Diante de mudanças organizacionais, globalização, terceirização, avanço tecnológico, competitividade, redução de custos, alterações nas relações de trabalho, empregabilidade, oportunidades de negócio, qualidade no atendimento, criatividade e inovação, tem sido exigida uma constante aprendizagem visando a atualização e a identificação de algumas características necessárias para ser empreendedor ou para se manter no mercado.

Tanto se fala de mudanças…

Embora faça parte da natureza humana, a mudança não acontece como num passe de mágica, em que basta nossa vontade para que tudo se transforme naquilo que queremos. É preciso determinação, investimento de energia e a descoberta daquilo que podemos colher, sempre considerando os caminhos já percorridos. Assim sendo, é importante estar alerta e aproveitar o momento.

Além dos benefícios que propiciam, as mudanças também levam muitos empresários a perder o sono. Outros negociam patrimônios em troca da rotina, estabilidade ou garantias pessoais, investimentos no exterior, etc.

Mas será que isso de que o País necessita?

Temos que destacar a importância do empreendedor na formação do País, onde a riqueza de uma nação é medida por sua capacidade de produzir, tanto quantitativa como qualitativamente.

Dessa forma, a abertura e a manutenção de negócios tornam-se fundamentais para o desenvolvimento nacional.

Por esse motivo, acreditamos que o melhor recurso de que dispomos para solucionar os graves problemas sócio-econômicos pelos quais o Brasil passa é a quebra dos paradigmas (padrões de comportamento) e a liberação da criatividade dos empreendedores, por meio da livre iniciativa na produção de bens e serviços. A criação e a inovação devem, portanto, ser estimuladas em todos os funcionários, independentemente do nível hierárquico.

Surge, então, um grande desafio para os empresários brasileiros. Criar algo num país de enlatados, importados e de economia recessiva será possível? Muitos profissionais saíram de grandes organizações com recursos econômicos significativos e, por fim, resolveram montar o seu próprio negócio, bem como outros deixaram o emprego para serem empresários, um sonho de muitos brasileiros em razão do descontentamento diante da situação atual do mercado de trabalho.

Outros herdaram o cargo, muitos estão sendo empresários, enquanto outros são empresário.

Cabe distinguir:

Estão empresários por determinação externa, herança, nomeações etc.

São empresários que possuem capacidade técnica e pessoal para tal situação.

Ser o próprio patrão implica mudanças, responsabilidades, assim como sofrer pressão da sociedade, dos órgãos Mas será que é governamentais e dos funcionários. A dedicação ao trabalho aumenta significativamente, muitas vezes trabalhar mais de 8 horas, sem contar com o salário garantido no final do mês e férias integrais.

Ser um grande executivo de uma empresa não significa ser um grande empresário. São necessárias algumas características profissionais e pessoais fundamentais para ser um empreendedor de sucesso.

Mas, afinal, quem é o empreendedor?

É aquele capaz de deixar todos os integrantes da empresa surpreendidos, sempre pronto para trazer e gerir novas idéias, produtos, ou mudar tudo o que já existe. É um otimista que vive no futuro, transformando crises e oportunidades e exercendo influência sobre as pessoas para levá-las em direção às suas idéias. É aquele que cria algo novo ou inova o que já existe e está sempre pesquisando. Busca novos negócios e oportunidades com a preocupação e a melhora dos produtos ou serviços. Suas ações estão amparadas com base nas necessidades do mercado.

Empreender é dar início a um sonho, executar sua idéia e consolidar um projeto.